Sempre que vou reformar um móvel ou fazer o PAP, coloco: lixar, lixar, lixar… Quanto mais lixamos, mais bonito fica depois.

Então, como acho que ninguém merece lixar tudo na mão, aí vão as dicas:

1. Usar uma lixadeira (sim, essa é a forma mais fácil). Mas eu sei que nem todo mundo tem uma ferramenta dessas em casa. E claro, elas são muito mais úteis nos lugares planos.

2. Usar ferramentas acopladas à furadeira. Particularmente, gosto dessas da foto. Foi uma dica da minha amiga arquiteta Tatiana Jacon Gebara. Elas facilitam muito o meu trabalho e posso usar em todas as áreas dos móveis. Cada uma com a sua função. É importante tomar muito cuidado para não riscar a madeira.

* Lembre-se: em hipótese alguma, de forma nenhuma, nem sob tortura, coloque força quando estiver com esses brinquedinhos ligados para não riscar sua linda madeira. Tem que ir com jeitinho mesmo!

Depois, é só dar o acabamento com a lixa de mão para a madeira ficar bem lisinha. Para o acabamento, costumo usar a lixa 120. Não, não acabou! Se quiser a madeira mais lisinha ainda, como nova, passe uma demão de selador, espere secar e use uma lixa bem fininha (bem fininha mesmo) para lixar de novo.

Particularmente, gosto de algumas ranhuras, daquela cara de rústico e usado. Então, costumo pular essa etapa e poupar meu trabalho. Depois, é só fazer o que quiser: envernizar, pintar e decorar!

Pergunta: Para pintar, você prefere trincha ou rolinho?
R.: Uso os dois. A trincha e, depois, o rolinho em cima, logo em seguida. Assim, não ficam as marcas da trincha. Sempre finalizado com spray ou com compressor e pistola. O acabamento fica bem melhor. Depois, ainda é bom dar uma mão de spray de verniz (fosco/ brilhante, depende da sua preferência, eu amo os foscos) para sua mão de obra durar muito tempo!

Liz é publicitária, empresária e mãe da Maria Eduarda. Ama blog, decoração, viagens, reciclagem e festas. Apaixonada pelo marido e pelo Johnny Boy, o baby de 4 patas.